O Antagonista

PALOCCI LEVOU 10 MILHÕES PARA APROVAR MP

A Lava Jato descobriu que Antonio Palocci embolsou R$ 10 milhões para interferir na aprovação da Medida Provisória 460, que visava ao reconhecimento do crédito prêmio de IPI pelo governo até a data de 31 de dezembro de 2002 - medida que beneficiaria o grupo Odebrecht...

ver mais

TREVISO PODE LEVAR A GENTE BEM MAIS GRAÚDA

Mais cedo, publicamos o seguinte: "A Lava Jato obteve uma troca de mensagens em que o político italiano Donato Di Santo pede a Branislav Kontic ajuda de Antonio Palocci para conseguir um encontro com João Ferraz, então presidente da Sete Brasil. Ex-assessor de Massimo D'Alema, amigo de Lula, Santo fazia lobby para a empresa National Ports, da Austrália. 'O propósito é apresentar um projecto totalmente innovativo em tema de pre-sal', explicou. Na planilha da Odebrecht aparece um 'Santo'. Será o mesmo?"

Pois bem, na resposta a Donato di Santo (vejam abaixo), Branislav Kontic disse para ele procurar Júlio Camargo, do Grupo Treviso...

ver mais

Brasil, o queridinho do UBS (2)

O UBS prevê que os lucros das empresas brasileiras crescerão entre 5% e 7% nos próximos seis meses. O banco não descarta um incremento ainda maior, caso os juros comecem a cair, a cotação das commodities se recupere e o crescimento acelere.

ver mais

Ofinancista

Brasil, o queridinho do UBS (1)

O Brasil ultrapassou o México na recomendação de investimentos do UBS para a América Latina. Em relatório, o banco suíço reconhece que, para a maioria do mercado, o Brasil continua como o “patinho feio” da região, mas destaca que...

ver mais

Ofinancista

36 MILHÕES, BOA PARTE DURANTE CAMPANHA DE DILMA

Só para reforçar. Como mostramos no post anterior, Marcelo Odebrecht fez três repasses a Antonio Palocci, "via Juscelino Dourado", num total de R$ 36 milhões. A maior parte desse valor foi paga em plena campanha eleitoral de Dilma Rousseff, que tinha Palocci como principal arrecadador.

É dinheiro sujo, claro.

DILMA E OS PORQUINHOS ITALIANO E CAJU

Os técnicos da Polícia Federal conseguiram recuperar do computador da delatora Maria Lúcia o arquivo "SOLICITAÇÕES ESPECIAIS - SP - 10 a 17.09.10 ITALIANO E CAJU.xls", criado em 30 de agosto e encerrado em 4 de outubro - um dia depois do primeiro turno eleitoral.

Há três repasses, "via Juscelino Dourado", registrados na planilha, num total R$ 36 milhões. A atualização dos valores, segundo o MPF, coincide com encontros de Antonio Palocci com Marcelo Odebrecht...



ver mais

Propina e Luta

Branislav Kontic, preso pela Omertà, não foi apenas operador de Antonio Palocci. Ele foi também um dos principais assessores de Marta Suplicy na prefeitura de São Paulo...

ver mais

Receba gratuitamente nossa newsletter com conteúdos exclusivos*

Arrow form bottom
* Conteúdos não publicados no site