O Ministério da Justiça, ao qual está ligado o Departamento Penitenciário Nacional (Depen), informou que não vai se pronunciar sobre a decisão de ontem do STF de determinar o pagamento de indenização a um preso que entrou na Justiça por condições degradantes na cadeia.