Quando Marcelo Crivella não é uma opção e Marcelo Freixo entra no jogo, Romário passa a liderar as intenções de voto para o governo do Rio de Janeiro, com 15,5%, de acordo com resultados que acabam de ser divulgados pelo Instituto Paraná Pesquisas.

Nessa pesquisa estimulada -- aquela em que nomes são citados para o participante escolher --, Garotinho aparece em terceiro.

Lindbergh e Rodrigo Maia não teriam mais do que 5,2% e 3,2%, respectivamente, se as eleições fossem hoje.